Como escolher o melhor provedor de cloud services?

Como escolher o melhor provedor de cloud services?

É inegável que o cloud computing é uma tendência que chegou ao ambiente corporativo e pouco provável que o mercado reverta ou decida não adotar essa abordagem dado que essa tecnologia tem ajudado as empresas a ter qualidade na implantação e disponibilização dos seus sistemas, bem como do melhor uso dos recursos financeiros.

Mas, para que isso seja possível é necessário contratar os serviços de um provedor cloud e, nesse momento, surgem muitas opções disponíveis no mercado, de modo que, fica difícil para os responsáveis de TI e da gestão da empresa escolherem o provedor de forma ágil.

No entanto, ao seguir as dicas deste artigo, certamente você terá todas as informações para escolher o melhor provedor cloud de acordo com as necessidades da sua empresa e, assim, poupará tempo e otimizará as atividades desse processo.

Aproveite para ler outros artigos no nosso blog para estar sempre informado a respeito das tendências do mundo cloud e também para complementar o seu conhecimento na área.

Reputação no mercado

O primeiro ponto referencial que todo contratante de serviços analisa e busca são as referências da contratada junto ao mercado. Logo, antes de tudo, você deve buscar referências do provedor cloud no mercado consumidor, de modo que, isso vai direcionar os seus esforços e eliminar muitas opções de escolha que, certamente, representam os maus prestadores de serviços.

Logo, bons provedores cloud terão boas referências de mercado e, assim, você pode selecioná-lo para analisar os demais elementos que fazem parte do processo de escolha do melhor prestador de serviços que vai ser o host dos sistemas da sua empresa.

Efetividade no SLA

Um bom provedor cloud deve ter a responsabilidade e integridade de incluir no seu contrato de prestação de serviço os SLAs — Service Level Agreement (contrato de nível de serviço), de modo que, serão estabelecidos os prazos para atendimento das demandas de serviços, como reparos, análises, prestação de contas e demais fatores que envolvem o acordo comercial da prestação do serviço cloud.

Vale ressaltar que, além de ter esses prazos estabelecidos no contrato, a empresa responsável pelo provedor cloud deve cumprir de forma integral esse acordo, de modo a proporcionar confiabilidade e uma boa prestação dos serviços a que foi contratada.

Governança em TI

Para escolher um bom provedor cloud você deve analisar se a empresa adota as práticas de Governança em TI, pois isso, demonstrará a sua seriedade na prestação dos serviços. Além disso, as empresas que adotam a Governança em TI têm políticas de gestão de recursos e atividades de forma clara e adota o posicionamento de avaliação constante das suas atividades, bem como dos serviços de terceiros que são prestados a ela.

A Governança em TI também garante que o provedor cloud realize boa gestão dos seus recursos financeiros, físicos e de pessoal, de modo a garantir que a empresa tem condições de prestar os serviços com efetividade ao longo do tempo, bem como aumentar sua capacidade produtiva caso seja necessário.

Uptime e segurança dos dados

Ao escolher um provedor cloud você deve analisar os índices e relatórios de uptime (tempo de atividade) do serviço, dado que, você vai hospedar os seus sistemas no servidor da empresa e, assim, necessita que estejam plenamente operantes e acessíveis.

Analise também se a empresa apresenta uma boa estrutura de redundância de equipamentos, pois, isso aumenta as garantias de que o serviço estará sempre online e com alta disponibilidade.

Vale ressaltar também o quesito segurança dos dados, pois, esses são um dos ativos mais preciosos da sua empresa. Logo, o provedor cloud deve ter uma boa estrutura de segurança, de modo a evitar e combater qualquer tipo de malware ou ataque de cibercriminosos.

Funcionalidades e escalonamento da capacidade

Ao contratar um provedor cloud você deve analisar as suas funcionalidades e facilidades de uso das suas ferramentas de implantação, administração e atualização, visto que, ferramentas e processos complexos são improdutivos e demandam tempo nas atividades diárias.

Verifique também a facilidade de escalonamento e incremento de capacidade de armazenamento e processamento, pois, o principal objetivo da sua empresa é crescer e, em consequência, necessitará expandir a sua estrutura de Tecnologia da informação. Assim, um bom provedor cloud deve disponibilizar o aumento de capacidade de forma fácil e ágil.

Qualidade no suporte técnico

Imprevistos podem ocorrer durante o andamento das atividades e nesses momentos é bom contar com um suporte técnico de qualidade. Então, ao escolher um provedor cloud você deve analisar a qualidade do suporte técnico, da agilidade e qualidade das respostas e, acima de tudo, se esse suporte é prestado por especialistas (e não por atendentes de call center com baixo conhecimento técnico).

Como você pode perceber o processo de escolha de um provedor cloud envolve muitos detalhes, porém, ao seguir as dicas citadas nesse artigo você fará essa escolha de forma ágil e acertada.