6 dicas simples para se proteger contra ransomware

6 dicas simples para se proteger contra ransomware

1 – Mantenha seu Sistema Operacional atualizado

Independente do Sistema Operacional (SO) que você utiliza, é de extrema importância que você o mantenha sempre atualizado e com todos os pacotes de correções instalados. Seja Windows, MacOS ou distribuições baseadas em Linux, as empresas desenvolvedoras estão sempre atentas a esse tipo de ameaça e disponibilizam atualizações que buscam corrigir falhas de segurança que podem afetar seus sistemas operacionais e demais softwares.

 

2 – Utilize antivírus e o mantenha atualizado

A utilização de antivírus ajuda bastante na tarefa de barrar a entrada de malwares em seus equipamentos, pois, esse é justamente o foco desse tipo de software: ajudar a promover a segurança no ambiente online. Logo, não deixe seus equipamentos sem esse tipo de software e os mantenha com sua base de malwares atualizada, bem como faça programações de varreduras periódicas.

 

3 – Utilize firewall

O firewall também é um software com foco em segurança, porém, não age da mesma forma que o antivírus. Um firewall busca garantir a segurança no ambiente online protegendo o equipamento de acessos remotos indevidos.

Traduzindo de forma direta do inglês, significa “parede de fogo”. Muitos sistemas operacionais, como o Windows, por exemplo, trazem embarcado esse tipo de solução.

Porém, sempre é bom ter também a proteção de um firewall de terceiros, dado que, são ferramentas mais completas. Mas, na falta da proteção de um firewall de terceiros, não deixe de utilizar a proteção nativa do seu sistema operacional.

 

4 – Desconfie dos e-mails de remetentes desconhecidos

Diariamente recebemos muitos e-mails, seja de origem pessoal ou de trabalho. Porém, sempre percebemos que surgem mensagens de remetentes desconhecidos ou com algum tipo de alerta, tipo “recadastre sua senha bancária” ou algo do gênero. A dica é jamais clicar em links dessas mensagens e exclui-las imediatamente. Mensagens de e-mail falsas são a principal forma de contaminação de malwares e ataques de hackers.

 

5 – Não baixe arquivos de fontes desconhecidas

Atualmente são inúmeras as fontes de downloads de arquivos e softwares, porém, nem todas essas fontes são seguras. Muitos sites de download disponibilizam conteúdo atrativo para despertar o interesse de um público e, ao acessarem seu conteúdo e realizarem o download de arquivos, recebem junto uma infinidade de malwares, o que coloca seus equipamentos em posição de vulnerabilidade de invasão e contaminação por pragas virtuais. Logo, nossa dica é realizar downloads somente de fontes confiáveis e com credibilidade no mercado.

 

6 – Realize backup periodicamente

A última dica e não menos importante é: realize backup periodicamente. Caso as medidas anteriores não tenham sido adotadas a tempo de evitar a infecção do seu equipamento por algum tipo de ransomware, será imprescindível ter um backup atualizado para restaurar o seu equipamento. Dessa forma, você não ficará a mercê dos cibercriminosos e poderá retornar à normalidade de forma fácil e rápida. Lembre-se de realizar mais de uma cópia, armazenando-as em locais diferentes e inclua o armazenamento em nuvem para alocar seus backups.

Seguindo essas 6 dicas certamente você estará melhor protegido contra as ameaças virtuais e poderá usufruir de todas as vantagens que um mundo conectado pode oferecer.

Leia outros artigos do nosso blog! Acesse: https://www.convex.com.br/blog. E se precisar de um Datacenter com o melhor da tecnologia em nuvem, conte com a Convex (www.convex.com.br). Temos a solução ideal para todo tipo de necessidade