7 dicas de segurança na internet para empresas

7 dicas de segurança na internet para empresas

Tecnologias digitais como a internet existem há pouco tempo. No entanto, já sabemos muito bem a importância de investir em segurança nesses meios. Hoje, ataques e tentativas de furtos digitais são tão altos quanto em propriedades físicas. Por isso, preservar dados e informações da sua empresa é um fator importante na gestão. Confira abaixo 7 dicas de segurança na internet para empresas.

Crie uma política de segurança digital

Ambientes corporativos enfrentam com frequência problemas com segurança digital. Por isso, é importante contar com uma política própria, que tenha regras sobre como agir nos ambientes digitais. Essas diretrizes devem ser conhecidas por todos, e, se achar necessário, peça para que assinem o documento, mostrando que estão cientes da política.

Antivírus

A medida mais simples e fundamental de segurança, não só para empresas, é contar com um antivírus. No entanto, só ter um não basta. É preciso mantê-lo atualizado com as versões mais recentes (as antigas podem deixar os computadores vulneráveis) e sempre configurado de acordo com a política de segurança da sua empresa.

Bloqueio a sites

É importante fazer o bloqueio de sites maliciosos que possam instalar malwares e outros tipos de vírus. Em locais com muitas pessoas utilizando a internet, é difícil não ser prejudicado com mensagens de spam, vírus em links falsos e outros tipos de ameaças. Por isso, bloqueie sites de conteúdo adulto, de download de arquivos, jogos e outros que podem conter vírus.

Tenha sempre backups

Se você ainda não fez backups dos seus arquivos mais importantes, faça agora mesmo. Se já possui, faça outro. É importante contar com cópias de seguranças armazenadas em locais diferentes. Backups automáticos são a solução para dados financeiros e informações de clientes. Conte com dois tipos de backups: em matéria física, ou seja, um HD externo, por exemplo, e virtual, isto é, em servidores online de cloud computing (como Dropbox e Google Drive).

Restrições de software

Os colaboradores só necessitam ter acesso aos programas que utilizam no seu trabalho cotidiano. Dessa forma, não é preciso ter um computador com liberação para instalação e acesso a outros softwares. O risco de receber um vírus por causa disso é muito grande, portanto, é melhor não arriscar.

Treinamento

Uma grande parte dos problemas com segurança na internet se deve à falhas dos colaboradores. Por isso, é importante fornecer um treinamento adequado para todos. Isso evitará muitos problemas no futuro. Contratar uma empresa para treiná-los não será um gasto para a companhia, e sim investimento.

Senhas

A utilização de senhas é imprescindível, como você sabe. Mas é preciso saber escolhê-las, pois senhas fracas são causas comuns de invasões. Crie senhas complexas, longas e alfanuméricas, com letras maiúsculas e minúsculas. E jamais as armazene em lugares de fácil acesso.

Tenha um sistema de proteção exclusivo para finanças

É evidente que o sistema financeiro da empresa é o maior alvo de ataque, e você nunca deve se esquecer disso. Os dados do financeiro precisam ser bem armazenados, e só pessoas treinadas e de confiança podem ter acesso a eles. Como golpes muito bem arquitetados são comuns, é preciso ter um pessoal especializado lidando com isso.