Melhores práticas para garantir a segurança de dados da sua organização

Melhores práticas para garantir a segurança de dados da sua organização

Como combater ataques e falhas humanas nas informações da sua empresa.

Entenda as maneiras de ter um ambiente seguro para seus dados.

A segurança dos dados é algo que deve ser implementado em organizações que buscam evitar que problemas internos ou externos afetem as rotinas produtivas. Com um ambiente seguro e gestão de dados que não se perdem ou tem barreiras contra invasões – principalmente os mais sigilosos, como informações financeiras – é possível expandir digitalmente o empreendimento sem medo.

Mas, para garantir a segurança de dados da sua organização é preciso conhecer as melhores (e eficientes) práticas. A Convex, especialista em serviços de tecnologia na nuvem e com um ambiente seguro através da criptografia, traz as 4 práticas que garantirão a segurança das informações corporativas do seu negócio. Confira.

 

  1. Invista em tecnologia

A tecnologia permite que os dados estejam integrados em servidores – e, dessa forma, é dela que vêm as práticas mais contundentes de segurança das informações das organizações. Investir em tecnologia é o contrário de gastar com recursos extras; é ter a garantia de que você pode executar mais e melhores processos do seu negócio.

Como? Com os itens que listaremos abaixo.

 

  1. Armazenamento em nuvem

Quem tem medo de deixar seus dados organizacionais na nuvem é porque ainda não entendeu o que esse recurso de armazenamento oferece. Diferente de informações sigilosas integradas em um único ambiente, como um servidor interno, a nuvem oferece um dinamismo de poder diversificar (e criar backups) dos seus dados, sem risco de perdê-los.

E, mais que isso, é possível evitar que usuários maliciosos cheguem até lá. Esse é o assunto do próximo tópico.

 

  1. A criptografia

Com o armazenamento em nuvem, você terá uma função que é adotada até mesmo pelas mais altas camadas de segurança digital – e isso inclui órgãos do governo americano, como a CIA e a NASA. Dados criptografados em nuvem não podem ser acessados por usuários externos, pois eles não estão em um local físico.

De forma literal, vamos resumir a criptografia: pense que uma conta bancária, por exemplo, que consiste em doze números, só terá a ordem correta pelo detentor dos dados – você. Na nuvem, ele não estará de forma consecutiva e apenas em um lugar; cada número será espelhado em vários servidores – coisa que nem os mais audaciosos hackers conseguiram quebrar.

 

  1. Contratos de privacidade e atenção à equipe

Aqui, falaremos de dois pontos que dependem muito mais da expertise jurídica e de recursos humanos da sua organização. A primeira diz respeito a quem acessa os dados – como dito acima, se os usuários tiverem acesso liberado até mesmo a nuvens privadas ou dados criptografados, o estrago pode ser grande.

Dessa forma, invista em contratos que estipulem medidas legais – e, se possível, criminais – para o vazamento de dados. Isso inibe a ação de colaboradores ou profissionais externos mal-intencionados.

O segundo ponto é o treinamento da equipe: o RH da sua organização precisa, junto ao departamento de TI (ou consultoria contratada), apresentar a forma de lidar com os dados sigilosos da organização. Nesse ponto, muitas vezes, não há malícia; mas, a falta de preparo, pode trazer graves consequências às informações privadas do empreendimento.

Na Convex você encontra ambientes seguros em nuvem e criptografados para a segurança dos seus dados. Migre para a líder em tecnologia cloud do Brasil e garanta a privacidade das informações internas.