Nuvem corporativa: como funciona o armazenamento em nuvem

Nuvem corporativa: como funciona o armazenamento em nuvem

Não sabe ao certo como é o funcionamento do armazenamento em nuvem?

A primeira coisa que você precisa saber a respeito deste tipo de tecnologia é que ter seus sistemas de missão e arquivos salvos em uma nuvem corporativa é muito mais fácil e seguro do que ter um servidor instalado.

Dito isso, é importante pontuar que o armazenamento em nuvem acaba com a compra e a gestão de gastos de aquisição e manutenção de sua própria estrutura de armazenamento, elevando a sua velocidade, além de proporcionar uma escola global que possibilita o acesso de informações a qualquer local e momento.

 

Como é o funcionamento dos serviços dos provedores da nuvem corporativa?

Uma série de servidores interconectados compõe a estrutura de computação em nuvem. A nuvem corporativa ao invés de depender de um servidor exclusivo, traz alta capacidade de armazenamento e operação, visando à manutenção de aplicativos de missão crítica em funcionamento, com baixo preço.

Sendo assim, a hospedagem na nuvem corporativa é ligeiramente mais escalável, comparado ao armazenamento em serviço dentro de casa. Isso significa que, se um site ou aplicativo recebe mais ou menos movimento, os servidores da computação em nuvem escalarão de forma automática para cima e para baixo.

Através disso, se ganha velocidade para fazer uso de mais recursos computacionais, além de ter acesso a arquivos, dados e sistemas quando for necessário, e redução de gastos, possibilitando medir a capacidade pela média de uso. Também é válido destacar que com o armazenamento na nuvem corporativa não existe a necessidade de acrescentar ou remover de forma manual o espaço do servidor, como na hospedagem compartilhada.

 

Onde os dados ficam armazenados na nuvem corporativa?

Os Datacenters correspondentes aos provedores de nuvem se localizam em várias partes do mundo. Trata-se de grandes fortalezas que contam com um alto nível de segurança, seja no formato digital quanto físico.

Algumas infraestruturas de datacenters de escala mundial podem se distribuir não só em vários países, como em quase todos os continentes, além de fazer uso de dezenas de datacenters. Desta forma, pode-se executar a réplica das informações armazenadas para diversos servidores.

Visando assegurar a segurança dos arquivos e dados, todos eles são armazenados em duplicidade e criptografados. Isso significa que, todos os arquivos e dados são salvos mais de uma vez e em alguns casos, em servidores distintos. Desta forma, se alguns destes servidores não estiverem funcionando, a plataforma da nuvem irá, automaticamente, encontrar e acessar o dado no segundo servidor.

Também existe a possibilidade de os arquivos e dados serem “dissolvidos” em tamanhos menores e armazenados em lugares distintos, evitando assim que algum indivíduo não autorizado consiga ter o acesso a eles.

 

Mas afinal, o que pode ser armazenado na nuvem corporativa?

A nuvem corporativa possibilita o uso do armazenamento para uma série de arquivos e dados, tais como aplicativos móveis, sites dinâmicos, games e dados analíticos de big data, distribuição de conteúdo; além de recursos tecnológicos de transformação digital como Inteligência Artificial, mídias sociais e IoT.

Outra funcionalidade da nuvem corporativa é que ela também serve como uma espécie de conjunto de backup de conteúdo, permitindo a criação de uma disposição de trabalho personalizada, instalando e desempenhando quaisquer sistemas operacionais e operando como linguagens variadas de programação.

Ficou com alguma dúvida? Então entre em contato conosco através de nosso site, que um de nossos profissionais irá atendê-lo!